parallax background

Mitologia Nórdica desvendada através de livro e oráculo vira sensação do momento e traz revelações surpreendentes

O ser humano, desde o sempre, teve um inevitável fascínio pelo desconhecido, guiado sempre por percepções, sensações e premunições. O mundo mitológico e as conspirações astrais, revelam uma fantástica fórmula de vida, desde a orientação para o dia a dia, até mesmo para descobrimento de formas e fórmulas para curar as doenças do corpo e da alma.

Quem se conhece no todo ou na sua melhor parte, é capaz de entender os desígnios desta vida e aprofundar-se na busca de uma carreira mais sólida e lucrativa, conhecendo de fato o que venha a ser a felicidade tão decantada em versos e prosas por tanto poetas e gente de bem com a vida. Se podemos enriquecer nosso conhecimento ao ponto de podermos afastar de nós o que não presta e receber da vida a melhor parte, porque não entender todo este processo? As revelações Nórdicas guardada a sete chaves.

O diretor teatral e Jornalista Gilberto Rios e a gaúcha Luciana Gussuli iniciaram no dia 1 de outubro de 2016, um intenso projeto de revelação de “As Nornas”, das quais, daqui por diante, muitos ouvirão falar e poderão entender muitas das coisas até então sem respostas.

Quem são As Nornas

Nascidas da fonte de Urð, fonte da vida, onde cresceu o grande freixo Yggdrasill As Nornas todas as manhãs, faziam chover hidromel sobre suas raízes, para que as folhas permanecessem verdes. Viviam encarapuçadas e possuíam um pergaminho fechado sobre seu regaço escondidos dentro do osso de Ull, que continham os segredos do futuro. Protegidas por um dos ramos da árvore Yggdrasil, o clã eram todas entidades femininas : Urd (passado), Werdandi (presente) e Skuld (futuro).

São fiandeiras do destino da humanidade essas deusas nórdicas detinham a função de controlar o destino de cada criança e dos deuses nórdicos, prevendo-lhes a sorte, o azar e a providência, zelando pelo cumprimento e conservação das leis que regiam as realidades dos homens, dos Aesires, dos elfos, dos anões e gnomos.

Como começa esta fantástica viagem ao mundo de As Nornas?

No ano de 1863, na cidade de Talvik, norte da Noruega, três bruxas estão em busca do local do nascimento das Nornas, as fiandeiras do destino da humanidade. O motivo, encontrar poderes para se vingarem dos homens que as condenaram por suas práticas.

Meg, Gefione e Erle são as guardiãs de conhecimentos místicos da natureza, transformaram-se em bruxas depois de serem abandonadas no altar. Escolheram a veneração as forças da natureza e por isso foram expulsas de Talvik.

Tomadas de desejo e vingança, as bruxas buscam o poder das Nornas e, para cumprir este feito, precisam encontrar o osso de Ull, escondido no interior de Yggdrasil. Só que elas não contavam com a intervenção de um ambicioso anão e os segredos protegidos pelos gnomos.

A obra do brasileiro Gilberto Rios traz uma emocionante história de bruxas, elfos, gnomos e anões vivenciada nas terras da mitologia nórdica. Dividida em 5 volumes, o primeiro livro narra o sumiço do famoso Candelabro Vara Sete, uma importante peça mística confeccionado nas oficinas Sidri do Vaticano, uma peça que permitirá às bruxas entrarem no interior de Yggdrasil (a árvore da vida).

Adquira seu exemplar de
As Nornas: O Candelabro Vara Sete

Atualmente, o livro está disponível apenas no formato virtual

Comprar